Os primeiros testes nativos do chip M1 da Apple apareceram no site Geekbench na semana passada, mostrando um desempenho impressionante. 

Hoje, novos benchmarks começaram a aparecer para o chip M1 emulando x86 no Rosetta 2.

E o novo Apple M1 é rápido, realmente rápido!

Muito rápido: para você ter uma ideia, o novo MacBook Air ultrapassou o MacBook Pro com Intel Core i9. Agora, testes apontam que o Apple Silicon

é mais veloz mesmo em modo de emulação x86 para programas feitos em arquitetura Intel. Além disso, o chip gráfico superou o desempenho de

algumas placas de vídeo GeForce GTX e Radeon RX.

Os novos resultados do Rosetta 2 Geekbench enviados, mostram que o chip M1 rodando em um MacBook Air com 8 GB de RAM tem pontuações single-core
e multi-core de 1.313 e 5.888 respectivamente. Uma vez que esta versão do Geekbench está rodando através da camada de tradução Rosetta 2 da Apple, um
impacto no desempenho é esperado. O Rosetta 2 executando o código x86 parece estar atingindo 78% -79% do desempenho do código nativo da Apple Silicon.

Apesar do impacto no desempenho, os resultados da pontuação do Rosetta 2 de núcleo único ainda superam qualquer outro Mac Intel, incluindo o iMac 2020 de 27 polegadas com Intel Core i9-10910 @ 3,6 GHz.

Os benchmarks iniciais para o ‌MacBook Air‌ rodando M1 nativamente apresentavam uma pontuação single-core de 1.687 e pontuação multi-core de 7.433.

Benchmarks adicionais com M1 surgiram desde então e estão disponíveis no Geekbench.